Dou um enter

Autor Hamilton Brito



Se o azul do céu não fosse azul
Se o verde das folhas verdes
Não fossem assim tão verde
Se a água não fosse molhada
se o meu amor não fosse amor.
Ah! Que bom poderia ser.
Mas aquilo que não é, é
E aquilo que é, não pode ser
É assim este amor meio doido
Um amor que de tão doído
Dá em mim um não sei quê
E fico aqui nesse nhenhenhê
Perdido no tempo e no espaço.
Perambulo por dias escuros
Tropeçando em galhos caídos
Trôpego, mergulhado na dor.
Do que valeu ter me dedicado
De todas as formas, te amado.
E estar caminhando sozinho?
Àquela questão: quem eu sou
Só tenho uma resposta a dar
Já que o amor é um amor assim
Deleto-o de dentro de mim
e com um enter bem consciente
transformo tudo em passado
pra ser feliz outra vez.



Créditos:


Tube Feminino:By TalaNat
Tube Vaso-Mtm_Bloemen
Tube vaso -Crealineavril
 

(Repasse com os devidos créditos)

Voltar
 

Copyright © 2013- Todos os direitos reservados.
 
Webdesigner Angela*Poesi@
Publicado em: 05.09.2013  Atualizado em:  24.09.2013