Olá Amiga Lua

 Hamilton Brito

 

Estava perto do amanhecer...
Eu percebi minha amiga, entrando
Ela veio bem devagarzinho
Assim, pisando bem de mansinho
no seu lento caminhar.
_ Oi amiga lua, tenha um bom dia.
-Ara, queria fazer-te surpresa...
-Como vai sua andança pelo mundo?
Percebi a minha amiga bem triste
Pois ela que é sempre radiante...
-Nossa querida, você esta triste
e eu imagino qual seja o porquê.
-É, você sabe mesmo.
Uma coisa tínhamos em comum
Amor perdido, um de cada um.
-Amiga, você tem visto ela por ai?
-Acabei de vê-la em sono tranqüilo
abraçada ao seu novo amor.
-Eita, você precisava me contar?
-Que diabo, foi você que perguntou.
Porque não arruma outra, também?
-Do mesmo jeito que você.
Ela olhou-me longamente e disse:
-Amigo, eu obedeço à natureza
e não posso mudar nada.
Pudesse, colocaria algo entre mim e ele.
-Você não viu nada, ainda é cedo...
-Claro que vi, os seus últimos raios.
Amigo, ele estava radiante
e mesmo estando distante, eu o vi.
Senti-o e o seu calor ataca meus nervos
Ah! Se eu pudesse agarrá-lo...
Seria uma manhã de pura orgia.
Somos dois perdidos numa suja manhã.
-Verdade amiga, mas você leva vantagem
pois daqui a pouco você vai embora.
E vai levar toda a poesia das nossas noites.
Seu ciclo é repetitivo como o meu.
E até que o mundo acabe
Viveremos a sorte que Deus nos deu. 
 

 

Créditos:

Tutorial
Top Spiral arts by M-Ap
Tube Feminino:Colombe

 

(Repasse com os devidos créditos)

Voltar
 

Copyright © 2013- Todos os direitos reservados.
 
Webdesigner Angela*Poesi@
Publicado em: 05.09.2013  Atualizado em:  23.09.2013