Quatro elementos e nada

Fernanda Colli

 
 
Quando me fiz vento
   me tornei inconstante
dependia de cada instante
uma hora temporal
brisa no mar
dependia de quando
e como
me viam passar
 
Quando me fiz fogo
fui ardente
Quente.
Forte.
Marcante.
Chegava, acendia, ficava.
Definia a tempertura
Sempre vibrante.
 
Quando me fiz água
em nuvem me transformei.
Cheia de amor
serena
frescor
Pra no seu corpo
eu virar chuva
que desliza sem se conter
é
....te amei.
 
Mas no final
me tornei terra
sendo pesada
maltratada
esquecida
Não constante, não quente
não serena sofrida
e de tanto virar terra
ao pó
fui transformada
fui vento
fogo, água...terra
agora
sou nada

 

 

 

 

 

Créditos

 

Top Nines- Nan Hoelzl

Tube feminino - Roby
Paisagem -Radi
Rosas - angeledesign

 

 (Repasse com os devidos créditos)

Voltar
 

Copyright © 2013- Todos os direitos reservados. 
Webdesigner Ângela*Poesi@
Publicado em: 18.10.2003 Atualizado em:  25.09.2013